Luz, Câmera, Metal!, Resenha — December 10, 2012 at 8:46 pm

Luz, Câmera Metal! #01 – Uma visita à J. R. R. Tolkien.

by

tolkien_grave

Ninguém pode negar que a literatura está entre as maiores fontes de inspiração para o Metal*. Muitos nomes eternizados por suas obras transcenderam as páginas dos livros para os encartes dos nossos CDs (ou discos de vinil, dependendo da sua idade), a fim de agregar valor às suas canções e elevar o teor atrativo das músicas, trabalhando efetivamente o imaginário do ouvinte. Além é claro, de incentivar o saudável hábito da leitura aos fãs de Heavy Metal.

Entre grandes nomes da literatura como Stephen King, Aldous Huxley, Frank Herbert, William Golding, e mais uma infinidade que merecem muito mais atenção do que uma mera citação em um blog, existe um nome que merece destaque, em minha opinião: J. R. R. Tolkien.

É incomensurável a relevância de Tolkien para a literatura, de modo que sua influência, de tão infectante que é, transborda para outras plataformas, como a televisão, o cinema e a música, que é o nosso foco no momento. A quantidade de bandas de Rock e Heavy Metal que baseiam seus discos e até seus nomes em obras de Tolkien é imensa. Blind Guardian, Amon Amarth e Nightwish são bons exemplos de bandas que dedicaram seu espaço para divulgar os escritos fantásticos de Tolkien. Pesquise com afinco e encontrará mais uma vasta quantidade de bandas, boas e ruins, que também usam o autor como base para suas composições.

E por enxergar desta forma, atrelando o Heavy Metal à obra deste autor por quem tenho grande admiração, é que disponibilizo aqui o vídeo que fiz como uma homenagem, ao visitá-lo em seu túmulo no Wolvercote Cemetery, na cidade de Oxford/Inglaterra. O vídeo é uma forma de agradecer por tudo de bom que sua imaginação criativa proporcionou ao mundo, de modo que contaminou a literatura e  influenciou outros autores, muitos dos quais escreveram e escrevem livros que se tornaram populares inclusive entre os que não são fãs de Tolkien.

A filmagem foi feita por um aparelho celular de baixo custo, portanto não está nem de longe com a qualidade que eu gostaria. Mas ainda assim, este vídeo foi construído através de uma grande jornada. E espero que sirva para lembrar que o Heavy Metal está disseminando a cultura literária para nós, os ouvintes, permitindo que tenhamos orgulho da música que ouvimos. E Tolkien (ou Eru, dependendo do seu grau de familiaridade com a obra do autor) tem parte imprescindível nisso. Confiram o vídeo logo abaixo.

*Outras matérias do Megalomania com temas culturais podem ser vistas AQUI.